Inspirações

Forçado a fugir da Síria, ele encontrou a Alemanha. E agora encontrou a melhor forma de agradecer ao povo que o recebeu.

Refugiado_sírio_alemanha

Fotografia de Tabea Bü

As estórias de refugiados que têm feito história são já várias. Desde o corpo do menino que deu à costa numa praia da Turquia, até ao grupo de refugiados que se recusou a receber comida da Cruz Vermelha, várias têm sido as notícias – na sua maioria más – que envolvem a nova vaga de refugiados que tem fugido da Síria e buscado um porto seguro algures na Europa.

Alex é um dos milhares de homens que, face à ameaça dos grupos terroristas na sua terra-natal, foi forçado a largar tudo o que tinha e procurar refúgio na Alemanha. Alex perdeu tudo. Deixou a sua família e tudo o que conhecia para trás e veio a pé desde a Síria até à Alemanha. E agora, todos os sábados, sai à rua com uma panela e com ingredientes preparados por ele e cozinha comida síria para os sem-abrigo, seguindo o lema “Dar algo de volta ao povo alemão.”. Não o faz sempre sozinho, já recebeu ajuda de outros interessados na causa, mas não é por ter ou não ajuda que pára. Quando não tem ninguém a acompanhá-lo, vai sozinho.

A imagem que tem corrido o país foi captada por Tabea Bü e partilhada na sua página de facebook, de onde já foi partilhada mais de 1500 vezes. Nas suas palavras, “Ele é uma benção para tantas mais pessoas. Deus o abençoe. OBRIGADA ALEX!”