Emoções

Este vídeo de ir às lágrimas faz-nos refletir acerca da forma como as crianças aprendem.

video

Cada vez mais se debate a questão de como as crianças aprendem e do papel das escolas neste processo. E cada vez mais se chega à conclusão de que os modelos tradicionais estão datados e que não fazem sentido numa sociedade onde a tecnologia, o empreendedorismo e a capacidade de improviso são as palavras de ordem.

[bctt tweet=”Uma história de sucesso e com uma mensagem forte.”]

Este vídeo, que dispensa traduções, foi utilizado pela marca tailandesa AIS para publicitar um programa de bolsas de estudo – o projeto Sarnrak.

Nele, uma mãe que não tinha conseguido passar da 4ª classe, luta por conseguir ajudar a sua filha. Achando que não lhe podia ensinar nada – por ser uma simples vendedora de ananás – ela opta por mostrar à filha como fazer pequenas tarefas.

A menina vai aprendendo por experiência, mas a mãe continua a sentir-se triste por não lhe poder dar determinadas coisas, como por exemplo um gelado.
É então que tem a ideia de lhe fazer um gelado de ananás. A filha gosta e tem a ideia de os vender no mercado.
E é lá que a verdadeira experiência da menina começa, ao ver que as suas técnicas de venda não estão a funcionar e que tem de aprender com os outros, observando-os.

[bctt tweet=”A filha gosta e tem a ideia de os vender no mercado.”]

Este pequeno filme foi inspirado no caso real, de Achara Poonsawat, que foi então ajudada pelo projeto Sarnrak, que lhe pagou bolsas de estudos até ela terminar o seu bacharelato em 2013.

Uma história de sucesso e com uma mensagem forte: as crianças aprendem observando, fazendo.