Heróis

Eles estão a treinar para os Jogos Olímpicos, mas quando entraram no ginásio ninguém podia acreditar.

video

Já sabemos que a diferença está nos olhos de quem vê. “Ser diferente” não é obrigatoriamente mau, nós é que tendemos a colocar uma conotação negativa nesse conceito. E a deficiência física – como aliás já tínhamos mostrado aqui – é apenas um obstáculo, mas a escolha está em nós: vamos lutar contra esse obstáculo, ou deixar-nos esmagar por ele?

Em preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, estes atletas entraram num ginásio para fazer o seu treino, mas os olhares que receberam foram tudo menos encorajadores. Porque nenhum dos clientes do ginásio pensou que eles fossem capazes de levantar sequer um quilo. E porquê? Porque só tiveram olhos para a deficiência física. Só conseguiram ver uma parte deles, e não as capacidades absolutamente incríveis que eles tinham.

E por isso a reacção está à vista. Os olhares de dúvida e, arriscaria até dizer de troça, rapidamente passaram a olhares de total surpresa e choque.

Uma mensagem importante, para nos lembrar que aquilo que vemos e aquilo que é a realidade, são coisas muito diferentes. Por isso, não julgue sem conhecer, porque o mais provável é que o seu juízo esteja errado.