Saúde e bem-estar

7 formas simples de melhorar um daqueles dias em que tudo lhe corre mal.

Todos temos aqueles dias em que pensamos “Bolas, mais valia não ter saído da cama!” Aqueles dias em que tudo corre mal. O cão vomitou à porta do nosso quarto ou no nosso tapete preferido; o café entornou-se na mesa e sujou a nossa blusa nova; os semáforos estão todos vermelhos e nós já estamos 10 minutos atrasados para aquela reunião…

E claro, todos sabemos desses dias, mas quando acontecem sentimos que somos as únicas pessoas no mundo com esses problemas! Mas o que muitas vezes nos esquecemos é que a pior parte de um mau dia é a atitude com que encaramos essas adversidades. Com isso em mente, preparámos para si uma lista de coisas que o poderão ajudar a encarar um mau dia, com uma atitude mais positiva:

1. Rir é o melhor remédio. Já dizia o ditado! A forma mais efectiva de relativizar um mau dia é encontrar o humor nas várias situações. Pense no seu personagem favorito de uma série de televisão. Comigo funciona bem pensar no Chandler, da série Friends. Pense nele nessa situação e reconte-a na sua cabeça. Despersonalizar uma situação má, colocando alguém que tem em si uma influência positiva, ajuda-o a afastar-se da situação e a vê-la por outro prisma, o que pode ser o suficiente para melhorar o seu humor no momento.

2. Desabafe com alguém. Há pessoas que preferem não falar dos seus problemas, para não os tornarem ainda mais presentes. Mas outras há que preferem pôr tudo cá para fora e tirar as frustrações da cabeça. Escolha alguém que lhe dê o feedback que procura. Mais uma vez há diferenças. Há quem prefira falar com alguém que apresente soluções. Eu pessoalmente prefiro falar com alguém que me ouça apenas, que mostre que entende a minha frustração e que me ajude a chegar ao ponto 1, em que me rio da situação. Ajuda sempre!

3. Medite. Pode funcionar para uns, mas não tão bem para outros. Neste caso não precisa de chegar a um estado de meditação plena. Basta que se sente num local tranquilo – com silêncio, sem pessoas a passar à sua frente a cada minuto – e rode os seus ombros para trás e para a frente durante cerca de um minuto, enquanto respira fundo. Quando sentir o corpo relaxar, mantenha-se numa posição confortável por mais 5 a 10 minutos, enquanto continua a respirar fundo. Parte do que o faz sentir-se mal em situações de stress é a respiração acelerada e curta e a postura corporal fechada ou arqueada, que levam à privação de oxigénio no seu cérebro. Este simples exercício permitirá abrir o seu peito e toda a cavidade toráxica, permitindo que o oxigénio chegue a todo o seu corpo e se sinta instantaneamente melhor.

4. Visualize os seus problemas a encolherem. Isto funciona ainda melhor se for combinado com o exercício de meditação acima descrito. Enquanto inspira visualize a razão da sua frustração e imagine-a, literalmente, a encolher. E enquanto expira, imagine pequenos pedaços dessa imagem a fluírem para fora do seu corpo juntamente com a sua respiração. Continue este processo até que essa imagem desapareça por completo. Se houver mais do que uma razão para a sua frustração, este processo terá de ser repetido individualmente para cada uma delas.

5. Ceda a um miminho. Às vezes tudo o que precisamos para nos sentirmos melhor é de um miminho. Mas um miminho de si para si. Permita-se comer uma fatia do bolo de chocolate que adora; beba um cappuccino; ou até um cerveja fresquinha. Isto obviamente não significa apanhar uma bebedeira para esquecer os seus problemas, e se tem de recorrer a esta solução diariamente, então o melhor é procurar ajuda especializada. Mas se os dias de frustração são esporádicos, beber uma cerveja ou consumir um alimento que por norma não toma poderá ser o miminho que precisa para se sentir instantaneamente melhor e encarar o problema com outros olhos.

6. Faça uma caminhada. É sabido que o desporto origina a libertação de endorfinas, que por sua vez transmitem a sensação de bem-estar. Quando anda, ou pratica um desporto de que gosta, é também “forçado” a respirar de forma mais profunda, o que produzirá os efeitos mencionados no ponto 3. Se tiver a oportunidade de praticar essa actividade física no exterior, perto da natureza, ainda melhor!

7. Durma uma sesta. Nem todos terão oportunidade de parar durante o dia e dormir, mas se puder relaxar e fechar os olhos durante 20 minutos, aliando isso à meditação, os efeitos deverão ser imediatos.

Fotografia de geralt.